Como da entrada na aposentaria? Saiba quais os primeiros passos

A aposentadoria, assim como todos os benefícios promovidos pela Previdência Social, dispõe de um funcionamento específico. Para solicitar o recurso, é preciso estar atento a uma série de aspectos e seguir o procedimento corretamente. Portanto, se você está precisando dar entrada no benefício, é importante sabe como fazer isso. Veja abaixo quais os primeiros passos:

1. Identificar qual o seu benefício

A aposentadoria é dividida em algumas categorias, como por exemplo as empregadas domésticas, os militares, os trabalhadores regulares, os trabalhadores rurais, entre outros.

É importante entender que cada tipo de aposentadoria pode ter um tempo de contribuição e idade mínima para se aposentar diferentes.

Então, certifique-se de identificar o seu tipo de aposentadoria de acordo com o serviço prestado para saber das regras de solicitação do benefício.

Saiba mais sobre os parâmetros do INSS através de: tabelainss2020.net

2. Reunir documentos

Para solicitar o recebimento de qualquer benefício, o contribuinte precisará de documentos pessoais como a carteira de identidade, por exemplo. Não esqueça de levar o seu CPF, a certidão de nascimento ou casamento, as guias do INSS preenchidas e um comprovante de residência!

Também é preciso estar portando a carteira de trabalho a fim de comprovar o tempo de contribuição que o trabalhador cumpriu. A Previdência exige que você comprove os dados e vínculos, então esteja com documentos a mão.

3. Agendar a sua consulta

De uns tempos para cá, a Previdência juntamente com o INSS disponibilizaram alguns recursos no site oficial a fim de facilitar os processos ofertados. Na plataforma, há um recurso referente ao agendamento para ser atendido de acordo com o seu benefício.

Essa possibilidade garante que você seja atendido sem precisar enfrentar unidades congestionadas. Todo serviço deve ser agendado pelo site, no qual você seleciona a data e o local de atendimento.

Por isso, quando estiver com seus documentos prontos, você deve realizar o agendamento INSS 2020 para poder dar entrada na sua aposentadoria. O beneficiário também pode optar por agendar através do telefone 135.

4. Fazer o pedido administrativo

O pedido administrativo é uma etapa decisiva para o requerimento da sua aposentadoria. No dia do seu agendamento, você deve levar a documentação mencionada para realizá-lo.

A solicitação é realizada no local do seu atendimento, e no geral, é um processo bem simples. Quando finalizar o pedido, você receberá um número de protocolo do INSS.

Esse protocolo é essencial para que você possa acompanhar o seu requerimento via internet, no site oficial da Previdência. Basta acessar o recurso Meu INSS para verificar se a sua entrada na aposentadoria foi aprovada ou não.

Aprenda a fazer a inscrição no PRONATEC

Você já ouviu falar no Pronatec? Este é um dos programas elaborados para distribuir bolsas de estudo e já beneficiou muitos estudantes. Esta pode ser uma ótima possibilidade para você, por isso, vale a pena conhecer o programa. Se você quer garantir a sua bolsa, leia o texto a seguir para entender mais sobre o Pronatec e saber como se inscrever!

O que é o Pronatec?

O Pronatec é um programa muito popular e já proporcionou formação de qualidade para diversos estudantes, mas mesmo assim, nem todo mundo sebe do que se trata.

A sigla corresponde ao Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego  e como o próprio nome já indica, o seu objetivo é proporcionar fácil acesso à capacitação profissional de qualidade.

Como funciona o programa?

Para que mais e mais  pessoas possam estar atuando no mercado sendo profissionalmente especializado em determinadas áreas, o Pronatec possibilita a distribuição de bolsas de estudos para quem faz os requisitos do programa. Diferente da maioria das inciativas, o programa é totalmente voltado para o ensino técnico.

Através de sua parceria com escolas técnicas de qualidade e instituições de referência do sistema S de ensino, o Pronatec oferta vagas nos cursos mais procurados do mercado.

Quais as instituições participantes?

Nem todas as escolas técnicas estarão ofertando suas bolsas através do Pronatec. O ETEC, que também é voltado para o ensino técnico, disponibilizará um vestibular particular.

No geral, as instituições que compõem o Sistema S sempre ofertam bolsas. As escolas mais procuradas são o SENAC e o SENAI. E se você quer garantir a sua vaga, é bom já verificando as ofertas do SENAC e do SENAI 2020 para se inscrever no programa.

Que cursos posso fazer?

As possibilidades de curso são muitas e estão sempre relacionadas ao mercado de trabalho, assim, o índice de empregabilidade dos formados através do Pronatec sobem. Preparamos uma lista de alguns destes cursos oferecidos para você, veja a seguir:

  • Técnico em Alimentos;
  • Técnico em Confeitaria;
  • Técnico em Controle Ambiental;
  • Técnico em Edificações;
  • Técnico em Eletroeletrônica;
  • Técnico em Logística;
  • Técnico em Mecânica;
  • Técnico em Informática;
  • Técnico em Produção de Moda;
  • Técnico em Química;
  • Entre outros.

Como me inscrever?

A inscrição do Pronatec é realizada online, ou seja, é preciso acessar o site oficial do Pronatec para se registrar. É preciso informar corretamente todos os dados que o sistema solicitar.

Quando concluir o preenchimento do formulário, você poderá ver as vagas disponíveis para você, escolha o seu curso e finalize a sua inscrição.

Ter carro: Você sabe quanto custa ter um carro no Brasil?

O carro deixou de ser um artigo de luxo para se tornar uma necessidade dentro do orçamento familiar. A facilidade de possuir um automóvel são inúmeras. Mas, você já calculou os gastos de adquirir um bem como esse? Entre outros, existem os investimentos em manutenção, combustível e o pagamento anual de uma série de impostos.

Vale a pena comprar um carro?

Se você está acostumado a andar a pé, de transporte público ou utilizando aplicativos de viagens. Com certeza já se perguntou se vale a pena comprar um carro pra chamar de seu.

Tudo depende do quanto o proprietário está disposto a investir no veículo. Um carro zero quilômetro, adquirido diretamente na concessionária, não sai por menos de R$35.000,00. E estamos falando de um modelo popular, com baixa potência e versão mais básica.

Em contrapartida, a quantia paga pode compensar os gastos diários com transporte. Se calcular o que você costuma pagar em mais ou menos 1 ano usando transporte público ou utilizando aplicativos.

Por tanto, para responder se realmente vale a pena adquirir um veículo é preciso analisar o orçamento familiar como um todo. E considerar as vantagens de possuir um carro, por exemplo: independência, possibilidade de uso como trabalho, poupança de tempo e investimento para uma possível revenda.

Impostos brasileiros cobrados sobre veículos

Todo início de ano os proprietários de veículos automotores já sabem que terão uma lista de impostos e taxas para pagar. O valor varia conforme o estado que reside e o preço de mercado do carro.

Mas há exceções, o valor do DPVAT 2020, por exemplo, é o mesmo para todo o país. Apenas varia conforme a categoria do automóvel, se trata de um carro, moto ou caminhão.

O importante é estar ciente de que esses tributos serão cobrados todos os anos e que podem haver acréscimos. Os impostos cobrados sobre os veículos são:

O DPVAT e o licenciamento não podem ser parcelados e não há desconto em seu pagamento à vista. Isso porquê a taxa cobrada normalmente é baixa, entre R$16 a R$100. O IPVA pode ser parcelado e para quitação em cota única existe desconto.

Gastos gerais com um carro

Os impostos cobrados são gastos certos, isto é, o proprietário está ciente de que precisará desembolsar este valor e consegue ter uma previsão da quantia.

Ainda assim, existem outros gastos que embora o dono do veículo saiba que existem, não consegue prever quanto vai gastar. Como:

  • Combustível diário;
  • Seguro contra roubo e acidente;
  • Troca de óleo;
  • Revisão;
  • Mecânico;
  • Lavagem;
  • Acessórios.

Considere a atuação situação econômica do país que interfere no valor cobrado por combustível, mercadorias e serviços.

Fui demitido depois de 1 ano de trabalho: Quais os meus direitos?

A demissão é o pesadelo dos brasileiros e todos querem passar bem longe dela! Mas caso isso aconteça, é importante que você saiba quais os seus direitos a fim de reivindicá-los. Ao trabalhar através da CLT você protegido por alguns benefícios, entretanto, cada um dispõe de um tempo de serviço diferente. Se você foi dispensado de seu cargo após um ano de trabalho, leia o texto a seguir e entenda quais os seus direitos:

Seguro Desemprego

Como você deve saber, os direitos trabalhistas podem mudar de um ano para o outro, por isso quem ainda não conferiu o novo regulamento do Seguro Desemprego 2020 deve estar atento. De acordo com as novas exigências, você pode solicitar o seguro a partir de 12 meses de trabalho, entretanto, é necessário que este tempo de prestação de serviço tenha ocorrido nos últimos 18 meses.

Se estiver de acordo com a regra e a tiver sido demitido pelo seu empregador sem apresentação de justa causa, você pode receber até 5 parcelas do seguro desempregoO número de parcelas irá depender do seu tempo de serviço na empresa.

FGTS

O FGTS é o Fundo de Garantia do Trabalhador. Este recurso funciona como uma conta inacessível durante o tempo de serviço. Você já deve ter notado alguns descontos no seu conta cheque, pois é! Uma parte deste desconto é destinada ao FGTS.

Quando se é demitido sem justa causa, fica permitido o acesso a esta quantia. O valor depende muito do tempo de serviço e da sua remuneração enquanto trabalhava.

Saldo do Salário

Nem todo mundo sabe, mas mesmo ao ser dispensado, você deve receber pelos dias em que trabalhou na empresa no mês da sua demissão. Este valor deve ser cobrado de acordo com a sua hora de serviço.

É importante verificar também nos seus contra cheques se o pagamento de todas as suas horas extras foi efetuado. O saldo do salário e as horas extras precisam ser quitados dentro de um determinado período.

Férias Proporcionais

Este recurso é muito importante e pode te ajudar a receber um valor maior na sua demissão. Após um ano de serviço, o trabalhador passa a ter direito às férias proporcionais. O valor é equivalente a um salário inteiro mais um terço.

Quando é dispensado de seu cargo, o trabalhador tem direito a receber as férias proporcionais de acordo com os meses trabalhados. É importante ressaltar que só conta como mês trabalhado aquele em que o funcionário exerceu sua função por mais de 14 dias.

Honda ou Yamaha? Qual é a melhor?

As comparações entre as fabricantes Honda e Yamaha são constantes. Quando uma empresa faz o lançamento de motos 2020, a outra busca trazer novidades para não deixar de competir. Os índices mostram que as máquinas produzidas pelas duas marcas alcançam o topo no ranking de vendas. Cabe ao motociclista escolher a melhor.

Como comparar a Honda e Yamaha?

Antes de fazer a compra da sua motocicleta algumas informações devem ser analisadas, uma das principais é a fabricante.

Os modelos de moto seguem sempre as mesmas características e são divididas por potência e design. Também são separadas por tipo de estrada, se feitas para o asfalto ou terra.

Quando for comparar as fabricantes, como a Honda e Yamaha, o motociclista deve analisar os seguintes fatores de motos da mesma categoria:

  • Motorização: cilindrada, potência;
  • Capacidade do tanque de combustível;
  • Pneus;
  • Itens de segurança;
  • Consumo de combustível;
  • Preço de modelo zero quilômetro, e valor de revenda.

A maioria dos dados ficam contidos na ficha técnica da moto, esta que está disponível no site da marca. Ouvir a opinião dos consumidores também é muito interessante.

Qualidades das fabricações da Honda e Yamaha

Cada fabricante possui características específicas, com investimento maior em alguns setores. Os motociclistas têm se tornado mais críticos, o que estimula a produção de motos com mais tecnologia.

Os itens de fabricação mostram a identidade da marca, por exemplo:

Honda:

  • Design mais moderno, com curvas e conceitos de esportividade;
  • Manutenção e assistência com os melhores preços do país;
  • Cumpre corretamente com a legislação relacionada a segurança e mecânica;
  • Atualização constante de modelos que fazem sucesso no mercado.

Yamaha:

  • Investimento grande em tecnologia, motorização e mecânica;
  • Design mais mecânico, com poucos traços modernos, algo mais técnico;
  • Seguro mais barato, comparado aos veículos da Honda;
  • Fácil encontrar peças e equipamentos para o concerto dos modelos.

Motos mais vendidas da Honda e Yamaha

No ranking de vendas, as duas marcas ocupam as duas primeiras posições.

Ainda assim, os números registrados pela Honda são muito maiores que as vendas da Yamaha.

Um exemplo é o registro de mercado de motos zero quilômetro adquiridas durante o mês de Janeiro de 2018, dados divulgados pela Fenebrave. Na lista, a Honda POP 110i 2020 marca 6.977 exemplares vendidos. Enquanto que, a NEO 125 da Yamaha teve 946 motos emplacadas, os dois modelos pertencem a mesma categoria.

Essa mesma lista indica os modelos mais comprados:

Honda:

  1. CG 160: 20.342;
  2. BIZ: 11.546;
  3. CB 250F Twister: 2.668;
  4. XRE 300: 2.016.

Yamaha:

  1. FACTOR 150: 1.991;
  2. Fazer 250: 1.885;
  3. NMAX: 1.067;
  4. XTZ 150: 1.007.

Detran permite realizar consulta pela internet de multas e pontos na CNH

O trânsito é regido por diversas leis que funcionam a favor dos cidadãos. Quando descumprimos estas leis, ficamos sujeitos a cobrança e multas e aplicação de pontos na carteira de motorista. A burocracia destas situações podia ser grande, mas com a facilidade da tecnologia o motorista pode realizar a consulta de multas e pontos na CNH através da internet. Você sabe como? Veja tudo no texto a seguir:

O que pode levar o motorista a ser multado?

Como mencionado, o trânsito é regido por diversas leis. Ao descumprir estas propostas, o motorista fica sujeito a multas subdivididas em infrações leves, médias, graves e gravíssimas.

Algumas destas infrações podem render até 7  pontos na carteira de motorista, como é o caso de quem não cumpre com o pagamento do IPVA e é autuado por uma blitz. Além de multas e acréscimo de juros, ao completar 20 pontos, a pessoa habilitada pode ter a sua CNH suspensa até segunda ordem.

Sem contar que, há algumas infrações que levam a suspensão imediata da habilitação do motorista. São bons exemplos destas casualidades: infringir bloqueio policial, dirigir sob o efeito de álcool, exceder em 50% o limite de velocidade de uma via, dirigir ameaçando a vida dos pedestres, entre outros.

 

Como conferir multas e pontos online?

Para evitar grandes burocracias e congestionamento nas unidades do Detran, foi desenvolvido o recurso para visualizar multas e pendências do motorista direto na internet.

O processo é rápido e simples! Basta você acessar o site oficial do Detran da sua região e fazer o seu login, utilizando o número da placa do seu veículo e do Renavam. Depois é só verificar todas as pendências existentes, com detalhes do que se trata.

Além disso, há diversos outros recursos disponíveis no próprio site. Para quem mora em São Paulo, vale a pena conferir a Tabela IPVA SP e gerar o boleto na própria plataforma digital do Detran SP. Esta facilidade está disponível para todos os estados!

Como quitar as dividas?

A boa notícia é que você também pode usar a facilidade do site para quitar as suas dividas. Como você pôde conferir, quando recebe multa ou deixa de cumprir um imposto obrigatório você estará sujeito a acréscimos e juros.

Ao gerar o seu boleto através do seu acesso no Detran da sua região, você receberá a nova guia de pagamento já corrigida pelas porcentagens. Então, é só cumprir o pagamento em uma casa lotérica ou agência bancária.Vale lembrar que você pode parcelar alguns valores antes de gerar a nova via de quitação.

5 Pontos que Você Deve Ficar de Olho na Hora de Alugar um Carro

Para muitas pessoas, comprar um carro não é uma opção 100% viável, assim como andar de táxi ou através de aplicativos de viagem também não pode suprir todas as necessidades. Quem precisa de um veículo por períodos curtos de tempo, pode optar por alugar um carro.

Mas é preciso ter muito cuidado! Há diversos aspectos envolvidos na hora de contratar um veículo e você deve estar por dentro de tudo. Veja a seguir 5 pontos que você deve ficar de olho na hora de alugar um carro.

Taxas de locação

Antes de contratar este serviço, você ficará de frente com diversas taxas e é importante prestar atenção em cada uma delas. Procure saber quanto irá pagar por quilometro rodado e como são os valores, caso haja atraso na devolução do automóvel.

Muitas vezes, os preços encontrados no site da locadora podem ser diferentes daqueles oferecidos na loja física. Isto poque, o anúncio da reserva pode ter sido realizado em datas distantes. O ideal é imprimir os comprovantes do preço do site para levar ao momento de contratação.

Documentação do veículo

Você deve saber que ao contratar o veículo, não precisa pagar nenhum imposto obrigatório. Esta responsabilidade fica para a locadora contratada. Mas é sua obrigação verificar se os documentos do veículo estão em dias para não acabar sendo multado. Confira o Licenciamento 2019 GO ou o documento para o seu estado.

Cada região irá dispor de um funcionamento diferente de acordo com cada Detran, portanto você precisa verificar o Licenciamento DFLicenciamento PE, Licenciamento SP, entre outros.

Seguro

Outro ponto muito importante que você deve ficar atento antes de contratar o serviço, é observar os termos do seguro do veículo. Vale lembrar que o serviço do seguro não é oferecido pela locadora, e sim pelas empresas responsáveis.

O que é oferecido pela locadora é um termo de contratação, que pode cobrir o motorista em caso de situações de dados e perda, mediante o pagamento de valores extras.

Modelo do veículo

Se você alugou um automóvel através do site e recebeu outro na hora da locação deve verificar a categoria do carro. Pode ser que a empresa ofereça outro veículo da mesma modalidade, seja básica ou prêmio.

Portanto, o motorista deve ficar atento à ficha técnica do carro que iria contratar e que recebeu, se a categoria for semelhante você não sairá no prejuízo. Caso contrário, reveja o termo de contratação que assegura você durante o aluguel.

Saiba como é possível alterar o local de prova do Enem

O Enem corresponde ao Exame Nacional do Ensino Médio e é uma das avaliações mais aguardadas pelos jovens brasileiros. Isto porque, é através do Enem que são distribuídas as vagas em universidades públicas e particulares do ensino superior. Para participar do exame, o candidato deve se inscrever no Enem e comparecer no local de prova dentro do horário estabelecido.

Atrasos são completamente abominados no Enem e levam o candidato à eliminação. Portanto, se você se mudou e o seu local de prova ficou distante ou desconfortável para você, confira a seguir como é possível alterar o local de provam do Enem?

O Enem

O Enem é um exame nacional muito aguardados por seus candidatos. Através desta avaliação, você pode estudar nas melhores universidades do país, se inscrevendo no sistema do SISU ou do Prouni.

O SISU é o sistema digital que permite a concorrência para as vagas da universidade pública. Já o Prouni, é responsável pela distribuição das vagas na rede privada.

Quem quer concorrer a uma bolsa e começar um curso em breve, deve participar da próxima versão do exame conferindo as inscrições ENEM 2019.

A inscrição para o Enem é realizada através do site pela internet. Você deverá fazer seu cadastro e emitir a guia de pagamento referente a taxa de inscrição. Depois é só se preparar e aguardar a data do ENEM.

Local de prova

Quando o seu cadastro for confirmado, você será indicado a um local de prova. Geralmente, o lugar determinado é próximo a você, na região do seu bairro, para facilitar o acesso. Mas caso você venha a detectar problemas e deseje mudar de loca, fique atento ao procedimento abaixo!

Este tipo de solicitação é preciso ser feita com antecedência. O prazo limite estabelecido pelo INEP é até as 23:59 do último dia de inscrição do Enem.

Para mudar o local de prova é necessário modificar o seu endereço residencial no cadastro do exame. O INEP seleciona automaticamente as escolas participante mais próxima a você de acordo com o seu endereço, portanto, quem se mudou recentemente, precisa também modificar seus dados.

Vale lembrar que você não poderá escolher o seu local de prova, mas modificando o seu endereço no cadastro do Enem, o INEP irá selecionar outra instituição próxima que será mais viável para você. Portanto, quanto antes você regularizar seus dados, melhor! Assim você saberá logo da sua escola de prova e não correrá o risco de perder o exame!

5 Erros Mais Cometidos em Redações

A maioria dos sistemas de aprovação em concursos e universidades dispõem também de uma redação, além das tradicionais provas. Vestibular próprio, o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e até avaliações como o simulado Encceja trabalham com questões acompanhadas de uma proposta de redação.

Por isso, não tem jeito! Se você vai passar por algum exame em breve, é preciso se sair bem na redação e não somente absorver os conteúdos que você terá que lidar na prova. Veja a seguir os 5 erros mais cometidos em redações e evite-os a todo custo.

Para garantir o seu sucesso em qualquer exame, é preciso estar preparado! Fique atento aos materiais online que estão disponíveis e apostilas com resposta. Para quem vai realizar o Encceja nos próximos meses, uma boa dica é baixar a apostila Encceja 2019 PDF e estude com antecedência para a prova.

O que acontece com muita frequência, é que os alunos focam na matéria e esquecem de se preparar para a parte escrita dos exames. Acompanhe abaixo erros muito cometidos nas provas de redação.

Gírias da Internet

O domínio da norma culta do português representa uma grande porcentagem da nota da redação, por isso, nada de usar gírias e abreviações comuns da internet no seu texto. Cuidado com a sua forma de se expressar!

Desrespeito com os Direitos Humanos

É importante não ser radical e saber expressar seu ponto de vista sem se colocar no texto e sem ser pessoal. Não defenda seu ponto de vista com opiniões, mas com fatos e preste atenção se não está indo contra os Direitos Humanos.

Conjugação indevida do verbo “Fazer” e “Haver”

É muito comum errar a conjugação desses verbos e alguns casos. O verbo “fazer” quando está impessoal e exprime tempo m uma sentença, ou seja, o correto é “Faz cinco dias” e não “Fazem cinco dias”.

Com o verbo “haver” no sentido de existir acontece a mesma coisa. A verdade é que nesta significação o verbo é invariável. Ou seja, é certo afirmar que “Havia muitas pessoas” e não “Haviam muitas pessoas.”

Não saber usar conectivos

Usar conectivos demais ou não saber usá-los corretamente é outra situação que acontece muito em redações. Para evitar esses erros, é recomendado ler bastante e saber separar duas informações diferentes na mesma sentença para decidir se é necessário o uso de conectivos ou não e qual usar.

Generalizar

Muito cuidado com as afirmações absolutas. As palavras: sempre, todos, com certeza, nunca, sem exceções devem ser evitadas a menos que você tenha 100% de certeza do que estiver afirmando.

Quanto precisa ser minha nota no ENEM para o curso de medicina?

O curso de medicina é um dos mais concorridos do Brasil e, por isso o processo seletivo para conseguir vaga em alguma universidade pública é bastante acirrado, além da graduação ser extensa, com 6 anos de duração, geralmente em o período integral.

Quem deseja ingressar em um curso de medicina com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) precisa se dedicar bastante para conquistar uma nota acima da média geral. No entanto a nota que você precisa tirar no Enem para garantir uma vaga depende muito do processo seletivo e da universidade.

Medicina está, todos os anos, na lista divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) entre os dez cursos com maiores notas de corte. Essa nota varia de acordo com alguns critérios.

A nota de corte depende da instituição de ensino que você deseja (pública ou privada), o turno (que normalmente é integral), a unidade e se você possui cotas ou ampla concorrência.

Mas você sabe quais são os processos seletivos que usam a nota do Enem para o curso de Medicina?

Sisu

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi criado pelo Governo Federal com o intuito de distribuir vagas em universidades públicas de todo o país, o que auxilia o candidato no ingresso ao ensino superior. Existe mais de 130 instituições participando desse programa.

Para se inscrever no Sisu é preciso ter realizado a última edição do Enem e não ter zerado a redação. A vantagem desse programa é que não há requisitos de renda para participar.

O candidato deve escolher qual instituição de ensino e o campus que deseja cursar. Além disso, também é necessário que especifique se é cotista ou não. A nota de corte normalmente se aproxima dos 800 pontos, mas existem universidades que recentemente registraram notas de corte mais altas.

ProUni

Já o Programa Universidade para Todos (ProUni) disponibiliza bolsas de estudos parciais e integrais a estudantes que não podem arcar com as despesas de uma faculdade particular, além de outros critérios. A seleção abre duas vezes ao ano.

Também é preciso ter feito o último Enem. A média nacional da nota de corte em 2017 foi de 730 pontos. A concorrência no ProUni é quase tão alta quanto no Sisu.

Fies

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) é outro programa do Governo Federal. No entanto esse disponibiliza crédito para financiamento dos estudos a juros baixos do que se comparado ao mercado, o que auxilia o estudante a bancar os custos durante toda graduação.

Nesse caso, a média da nota de corte em 2017 também se aproximou dos 730 pontos.